terça-feira, 17 de maio de 2016

Adversidades

Apesar das adversidades,
E das pedras no caminho,
A teu lado meu amor
Das pedras faço flores
E no teu coração o meu ninho

O amor é como a luz do sol,
Seguir o teu coração faço girar o mundo,
Acreditar que os sonhos existem,
É a ilusão,
Que a cada dia, faz bater o meu coração.

No espaço da tua vida,
No limite dos teus planos,
Na lembrança de um sonho,
No calor do teu abraço,
Quero contigo construir meu espaço.

Ama-me
 Juntamos as pedras,
Deixa que me sinta amada
Para que no final do caminho
Eu me sinta realizada




Sem comentários:

Enviar um comentário

O consolo de ter um amigo poderá ser-nos roubado,
mas não o facto de o termos tido.